21 nov 2020by admin

Dia da Televisão: Conheça a história da MTV.

Dia da Televisão: Conheça a história da MTV.

Se hoje em dia para ver o clipe do seu artista favorito você abre o YouTube, como era há alguns anos atrás?
A resposta é simples: a MTV (Music Television) existia pra isso.
O primeiro canal inteiramente dedicado à música no mundo participou do advento dos videoclipes, deu luz à produção audiovisual e mudou para sempre o jeito como gerações consomem música.
A MTV Brasil nasceu em 1990 e os apresentadores eram chamados de VJs (video jockeys). Eles tinham pouca ou nenhuma experiência na televisão mas eram visivelmente apaixonados por música e traziam juventude ao mundo televisivo.

Nomes como Zeca Camargo, Maria Paula, Astrid Fontenelle, Cuca Lazarotto, Thunderbird e Rita Monteiro nasceram dessa safra, que trazia uma irreverência e um jeito mais informal de conversar com o público.
No início a programação era experimental e boa parte dos programas era comprado da emissora gringa mas, é claro, a MTV queria fomentar a produção de clipes nacionais para que tudo ficasse cada vez com mais cara de Brasil.
E foi assim que a MTV começou a bancar videoclipes de bandas nacionais como, por exemplo, o Capital Inicial.

Com o tempo e os experimentos, a emissora foi descobrindo o que o público nacional gostava e montando uma programação cada vez mais competente e única. O Disk MTV, por exemplo, exibia os clipes mais votados pela audiência, enquanto outros programas era divididos por gêneros musicais para que dedicassem totalmente a atenção a cada um deles.

Além dos programas, a emissora continuou apostando em novos formatos e, baseado no gringo Unplugged, começou a produzir o icônico Acústico MTV.
O primeiro Acústico foi feito com o Barão Vermelho e, de lá para cá, diversos nomes incríveis da música brasileira tiveram sua vez: Charlie Brown Jr., Titãs, Gilberto Gil, Cássia Eller e muitos outros.
Em 1995 a MTV Brasil começou a exibir o VMB, a primeira premiação de música nacional da TV aberta, inspirada no VMA, que acontecia na gringa. A premiação era recheada de bom humor, irreverência em muitas novidades musicais, além de polêmicas, é claro.
Com o tempo a emissora começou a diminuir a grade musical e passou a investir em diversos outros formatos, com programas icônicos como o Ponto Pê, Beija Sapo, Quinta Categoria, Rockgol, Fundão, Furo, Descarga MTV entre outros.

Pouco depois da estreia desses formatos, a audiência começou a cair e, em 2013, a MTV Brasil acabou tendo que descontinuar a programação. Mas não antes de fazer o icônico “Último Programa do Mundo” que fechou a programação da emissora com a presença de VJs da era de ouro, muita música e momentos embaraçosos e polêmicos sendo reprisados durante o dia todo. O último videoclipe exibido na emissora foi Maracatu Atômico, do Nação Zumbi e Astrid, que acendeu as luzes da emissora pela primeira vez nos anos 90, e apagou pela última vez em 2013.

O renascimento da emissora na TV paga trouxe novos formatos, mais programas gringos e muito menos conteúdo musical, mas a MTV Brasil deixou legados incontestáveis para a televisão e a música nacionais.
O programa Fica Comigo veiculou o primeiro beijo gay da TV aberta nacional, o Rockgol inaugurou o formato humorístico para falar de esportes, usado até hoje. O canal lançou artistas independentes e, até então, desconhecidos, que ganharam o país. Informou o público sobre estilos musicais diversos, fez uma campanha para que as pessoas desligassem a TV e fossem ler um livro, foi pioneiro nos assuntos mais tabus como sexo, AIDS, gravidez na adolescência, prazer feminino, entre outros.
E, claro, trouxe luz a artistas internacionais e nacionais que mudaram o cenário audiovisual para sempre.

Categories: Produtos

Leave a reply

%d blogueiros gostam disto: