16 set 2020by admin

Nunca é tarde para a música: Músicos que começaram “tarde” suas carreiras

Nunca é tarde para a música: Músicos que começaram “tarde” suas carreiras

É comum ouvirmos que quanto mais cedo alguém aprender algo ou começar uma carreira, melhor profissional essa pessoa será, com mais chances de alcançar o sucesso.
Mas muitos artistas provam que a paixão pela música não tem idade e que não importa quanto tempo demore para você encontrar a sua vocação. Está curioso? Vem curtir a nossa lista!

– Leonard Cohen.
O canadense se mudou para os EUA quando sua carreira como escritor não deu certo e, no novo país, começou a se tornar compositor e cantor aos 33 anos. Lançou seu álbum de estreia e alcançou o sucesso depois dos 30, façanha que muita gente considera impossível de realizar.

– Andrea Bocelli.
Bocelli é dono de uma das vozes mais incríveis do mundo, mas até os 34 anos ele era anônimo. Mas quando uma demo da música “Miserere” caiu nas mãos de Luciano Pavarotti, os dois gravaram um dueto e Andrea começou a fazer sucesso.
Somente no ano seguinte Bocelli assinou com uma gravadora e lançou o primeiro álbum, com 35 anos. O álbum mais bem sucedido, no entanto, veio quando o cantor tinha 41 anos, vendendo mais de 5 milhões de cópias!

– Vinícius de Moraes.
Vinícius fez faculdade de direito, escreveu um livro de poemas, foi crítico de cinema, diplomata, trabalhou com teatro e, claro, música. Somente com mais de 45 anos, depois de viajar ao exterior para promover um filme com suas canções em parceria com Tom Jobim, ele começou a se dedicar à música e a nossa Bossa Nova. Ufa, ainda bem!

– Criolo.
Criolo começou bem novinho, mas acabou alcançando o estrelato somente depois dos 30. Começou a frequentar as batalhas de rap ainda adolescente, divulgou músicas no MySpace quando tinha 29 anos e, só aos 31 lançou o primeiro disco.
Na época o trabalho não recebeu a atenção merecida, mas o músico relançou o disco anos depois. Quando Criolo fundou a Rinha dos MC’s ao lado do DJ DanDan, em São Paulo, as coisas começaram a mudar e, no segundo álbum, o aclamado “Nó Na Orelha”, ele despontou.

– James Murphy.
Murphy passou por várias bandas entre os anos 80 e 90 mas, somente aos 30 anos, deu início ao LCD Soundsystem. A banda começou a ganhar destaque em 2002 mas o primeiro álbum e o sucesso só vieram alguns anos depois, quando o músico tinha 35.

Categories: Produtos

Leave a reply

%d blogueiros gostam disto: