04 mar 2020by admin

Mulheres que marcaram época na música.

Mulheres que marcaram época na música.

Na Semana da Mulher, resolvemos fazer uma lista cheia de mulheres incríveis que revolucionaram a indústria musical, dentro e fora do Brasil. Confira abaixo!

NINA SIMONE

Nina Simone era cantora, pianista e compositora de suas lendárias canções.
Além de uma exímia música, ela era ativista pelos direitos civis dos negros e, ainda hoje, é considerada um símbolo de resistência. Nina ficou conhecida pelo jazz mas passou por música clássica, blues, folk, R&B e até mesmo música gospel.

GAL COSTA

Gal conta que sua mãe ouvia música quando estava grávida dela, na esperança de que a criança nascesse com veia musical. E deu certo! A cantora e compositora cresceu ouvindo grandes nomes da MPB e, durante a juventude, circulou pela cena com importantes representantes do gênero da época. Até ela mesma se tornar um nome gigante da MPB, com o álbum “Fa-tal/Gal a Todo Vapor” sendo um dos mais aclamados de sua carreira e da música brasileira.

JANIS JOPLIN

Janis tinha uma voz marcante, um visual inesquecível e uma carreira impecável. Eleita uma das 100 maiores artistas de todos os tempos pela Rolling Stones, Janis era a maior cantora de rock, blues e soul dos anos 60 e de sua geração. A cantora fez história durante os anos mais psicodélicos da música e entrou no hall de cantores consagrados em gêneros predominantemente masculinos, até então. Apesar de ter morrido com apenas 27 anos, Janis deixou seu legado na história
da música.

MARIA BETHÂNIA

A cantora brasileira, irmã de Caetano Veloso, começou a vida artística em peças teatrais
e alcançou marcos incríveis na música: mais 50 anos de carreira e mais de 25 milhões de discos vendidos. Além de chamar a atenção pela voz com um timbre diferenciado e a cabeleira rebelde, Bethânia tinha convicções fortes desde muito menina, tendo sido alvo de muitas polêmicas, entre elas o ativismo político durante a ditadura e o fato de ter se assumido
lésbica ainda na adolescência.

JOAN JETT

Joan Jett sempre fez de tudo um pouco: cantora, compositora, guitarrista, baixista, produtora e ícone de estilo e atitude. Joan atingiu seu auge nos anos 70, quando iniciou a banda feminina The Runaways, que ganhou até mesmo um filme sobre sua história mais recentemente. Jett ainda fundou a banda Joan Jett & The Blackhearts e, nessa época, lançou seu maior sucesso: I Love Rock and Roll. A carreira dela continuou solo e ela foi uma das únicas mulheres a aparecer na lista dos 100 melhores guitarristas de todos os tempos da Rolling Stones, tornando-se um dos maiores nomes do gênero.

ELZA SOARES

Elza Soares teve uma vida marcada por turbulências e tragédias, mas também por muito talento e interpretações inesquecíveis de diversos sucessos. Casou-se com apenas 13 anos, ficou viúva aos 21, perdeu o filho primogênito e trabalhou como faxineira para sustentar os cinco filhos antes de alcançar seu auge. Elza sempre foi uma mulher envolvida politicamente, que fala o que pensa e alcança um patamar de entendimento a frente de seu tempo, sendo, até os dias atuais, uma das mulheres mais progressistas do Brasil. Elza foi eleita Cantora do Milênio pela BBC de Londres e, em 2015, com o álbum “Mulher do Fim do Mundo”, ganhou o Grammy Latino de “Melhor Álbum de MPB”.

Categories: Produtos

Leave a reply

%d blogueiros gostam disto: